Como funciona o Buzz Marketing na publicidade?

Saiba já como o buzz marketing na publicidade pode aumentar as vendas de seu negócio!Desde a criação das primeiras empresas, é imprescindível trabalhar o buzz marketing na publicidade de qualquer negócio. Afinal, agregar clientes e fazer com que as pessoas falem sobre sua marca é tão importante quanto criar um produto de qualidade.

Portanto, continue a ler nosso conteúdo para aprender a implementar o buzz marketing na publicidade de sua empresa, resultando no aumento de suas vendas!

Primeiramente, o que é Buzz Marketing?  

Buzz Marketing refere-se ao conjunto de estratégias que visam criar uma comunicação com relação à sua marca, produto ou negócio. Com isso, as pessoas criam engajamento e agregam valor ao seu negócio!

A partir disso, como essa estratégia trabalha com divulgação, o buzz marketing na publicidade se tornou essencial para empresas e startups.

O Buzz Marketing visa fazer com que as pessoas conversem sobre sua marca, atraindo atenção para sua empresa.Portanto, buzz marketing refere-se à estratégias e ações que visam causar um certo impacto na vida de determinadas pessoas – geralmente o público-alvo de um negócio.

Apesar de o buzz marketing estar sendo bastante discutido e trabalhado atualmente, ele não se trata de uma estratégia nova.

Antes mesmo dos formatos publicitários que conhecemos hoje – como anúncios, propagandas e comerciais – e estratégias de marketing, empresários e empreendedores utilizavam do buzz marketing na publicidade para atrair seus consumidores.

Um exemplo bastante citado para falar sobre a origem do buzz marketing é com relação aos circos.

Antes de toda a tecnologia que conhecemos hoje, o buzz marketing era a única forma de trabalhar a publicidade de um negócio. Ou seja, os circos não podiam criar comerciais, fazer anúncios e nem enviar mensagens sobre as apresentações. 

Portanto, os artistas de circo saíam pelas ruas, apresentando curtas performances para as pessoas que passam pelos locais onde estavam. Assim, elas eram atraídas pelas apresentações, criando engajamento com os artistas e o circo em questão.

A partir disso, mais pessoas comprariam ingressos para assistir às apresentações do circo!

Buzz Marketing X Marketing Viral

Quem já trabalha com buzz marketing na publicidade, sabe muito bem da diferença entre ele o marketing viral.

Entretanto, os dois termos possuem certas características similares. Por isso, é imprescindível estabelecer e deixar bem claro a diferença entre os dois!

Você já sabe que buzz marketing são estratégias a fim de fazer com que as pessoas falem sobre uma marca ou um produto específico. 

Já o marketing viral visa criar conteúdos e ações que sejam altamente compartilháveis! Ou seja, conteúdos e ações que passem rapidamente de pessoa em pessoa, como um vírus.

Portanto, o objetivo do marketing viral é compartilhar uma mensagem pré-determinada entre o maior número de pessoas possível!

Sendo assim, enquanto o buzz marketing na publicidade de uma empresa visa criar conversas duradouras a respeito de uma marca,  o marketing viral visa apenas fazer com que as pessoas conheçam uma marca.

Quais são as estratégias do Buzz Marketing?

O livro "Buzz Marketing", de Mark Hughes, apresenta os seis botões, ou temas, que as empresas devem trabalhar ao utilizar essa estratégia.Todos os assuntos discutidos em família ou entre amigos e colegas de trabalho, são provenientes do buzz marketing na publicidade.

Assuntos e temas que geram essa discussão, são temas que atraem a atenção das pessoas, seja de forma consciente ou não. 

Imagine que saiu o novo vídeo clipe de alguma banda, um novo filme de super heróis no cinema ou uma nova temporada de uma série muito relevante. Notícias e ideias sobre esses lançamentos tornam-se parte de conversas comuns entre amigos e família. 

E há uma ciência, um estudo por trás desses temas ficam na mente das pessoas. Além disso, essas assuntos ainda geram engajamento e discussões (ou seja, o buzz).

Existe um livro chamado Buzzmarketing, do publicitário Mark Hughes, que analisa e explica o funcionamento dessa estratégia.

De acordo com Hughes, há 6 tipos de temas (ou botões) que incentivam o interesse e o “buzz” das pessoas. E, se os anúncios publicitários conseguem trabalhar esses seis temas, pode-se garantir o sucesso de uma campanha.

1° Botão: Tabu

O primeiro botão apresentado por Hughes refere-se ao tabu, ou seja, ao que é proibido. 

Segundo Hughes, ouvir assuntos considerados proibidos ativa a curiosidade e o interesse humano. 

Esses assuntos e temas proibidos são aqueles controversos, que dividem opiniões e criam lados opostos sobre eles.

2°: Incomum

O botão incomum refere-se a um assunto diferente, fora do padrão social de cada lugar. E esse assunto pode ser tanto positivo quanto negativo.

Portanto, o lançamento de produtos novos, únicos e revolucionários pode ser um botão incomum.

3°: Extraordinário

Já o extraordinário refere-se a temas e assuntos que são positivos, aprovados por clientes e consumidores.

Portanto, ao contrário do incomum, o botão extraordinário é apenas positivo.

4°: Chocante

O botão chocante trata de assuntos polêmicos, que geram discussões e comentários ao redor do tema. 

O principal objetivo desse botão é justamente isso: gerar respostas, comentários, atenção. Quanto mais chocante, mais atenção será dado ao tema.

5°: Hilário

Os temas hilários chamam a nossa atenção por nos fazerem rir. 

Além disso, algo engraçado tende a ser compartilhado, atraindo mais pessoas a ver um novo produto, assistir um vídeo, etc.

6°: Segredo

Como você já deve saber, a raça humana possui a curiosidade como parte de sua natureza. Portanto, segredos e mistérios atraem fortemente a nossa atenção.

É parte da nossa natureza também, descobrir esses segredos e apreciar quando eles são revelados.

E criadores, diretores e produtores de séries e sagas de filmes são mestres em trabalhar com esse interesse em segredos. 

A Netflix, por exemplo, utiliza uma estratégia para incentivar o interesse por meio de segredos prestes a serem revelados. 
Os chamados “cliffhangers” (literalmente “à beira do abismo) são os momentos de nervosismo que chegam ao ápice de tensão e resultam na solução de algo. 

E esses cliffhangers são muito utilizados em finais de capítulos, nos quais se deve esperar o próximo capítulo ou episódio para descobrir qual o segredo de um personagem, por exemplo.

Qual a importância do Buzz Marketing?

O Ambiente digital, principalmente as redes sociais, permite a interação dos consumidores, que ganharam espaço para falar sobre marcas e empresas.Com o avanço das redes sociais e a mudança dos consumidores para o digital, é imprescindível trabalhar o buzz marketing na publicidade online.

Na época em que o Marketing tradicional era a única estratégia para atrair clientes, os consumidores buscavam diretamente os produtos anunciados.

Atualmente, esse compra não é tão rápida assim. Hoje, os consumidores ativos nos ambientes digitais buscam a opinião e a experiência de outros consumidores – antes de comprar um produto.

 

Portanto, cada vez mais as pessoas falam sobre as marcas e empresas, produtos, bem como política, relacionamento e trabalho.

Isso significa que a opinião e a experiência de usuário ou consumidor deve ser essencialmente positiva, já que impacta na decisão de compra dos demais clientes.

E é aqui que entra várias estratégias de marketing e comunicação. Dentre elas, o buzz marketing.

Portanto, vamos apresentar para você a importância e as vantagens de trabalhar o buzz marketing na publicidade de seu negócio!

Alto impacto

Um dos principais benefícios de trabalhar o buzz marketing na publicidade é o alto impacto dessa estratégia. 

O buzz marketing tem a capacidade de alcançar um grande número de pessoas, impactando-as significativamente. 

Portanto, principalmente por meio das redes sociais, é possível incentivar as pessoas, de qualquer parte do mundo, a falarem sobre um determinado assunto.

Custo de investimento reduzido

A essência do buzz marketing na publicidade, é que eles seja uma estratégia orgânica. Isso significa que o investimento deve ser o mínimo possível.

Com o buzz marketing, as pessoas irão falar sobre seu anúncio, produto ou marca, por meio de um custo de investimento reduzido.

Maior relevância

Como falamos anteriormente, as pessoas buscam a opinião de outras antes de realizar uma compra.

E, se um consumidor teve uma boa experiência com uma determinada marca, provavelmente terá uma opinião positiva sobre ela.

Afinal, se um amigo seu fala bem de uma marca, você provavelmente irá dar preferência à ela, certo?

Isso tudo resulta na construção positiva da credibilidade da marca, otimizando a relevância de uma empresa no mercado.

Portanto, o buzz marketing na publicidade agrega valores positivos à uma determinada marca!

Como trabalhar o Buzz Marketing de maneira efetiva?

Para completar ainda mais seus conhecimentos, vamos apresentar agora algumas formas de trabalhar o buzz marketing na publicidade de forma efetiva!

Utilize os botões de buzz

Agora que você já sabe qual o conceito de cada botão de Hughes, é hora de colocá-los em prática!

Sempre que criar uma campanha ou anúncio, ou até mesmo ao trabalhar o marketing de conteúdo, tenha em mente os temas que mais atraem a atenção dos consumidores!

Trabalhe com a produção de vídeos

Atualmente, investir em marketing digital é imprescindível para qualquer negócio – mesmo que não seja um negócio digital.Trabalhe com a produção de vídeos para atrair clientes e leads, fidelizando-os e aumentando a atenção sobre sua marca.

Além disso, os vídeos já se tornaram o formato de conteúdo que mais gera leads e visitantes para um site e um negócio!

Portanto, é imprescindível que seu negócio trabalhe os vídeos como estratégia de marketing digital em sua empresa!

Mensure os resultados

Em qualquer estratégia de marketing e publicidade é imprescindível mensurar os resultados.

Portanto, durante seu trabalho de buzz marketing na publicidade, analise os cliques, visitas e acessos ao site ou ao link anunciado. Além disso, verifique a interação dos clientes com suas campanhas, veja como os usuários mencionam sua marca.

E como eu faço isso?

Existem várias formas de analisar resultados de campanhas. O principal meio é utilizar as ferramentas existentes que são específicas para isso. Veja quais são as mais utilizadas pelas empresas:

  • Google Analytics: permite analisar o número de novos visitantes, usuários de seu site, número de cliques e aquisição de clientes;
  • Google Trends: apresenta as palavras-chave e termos mais procurados;
  • Scup: monitora marcas e produz relatórios completos sobre elas;
  • Socialmetrix: analisa a reação das pessoas sobre sua marca, empresa e produtos.

Exemplos de Buzz Marketing de sucesso

Para que você conheça mais sobre buzz marketing na verdade, vamos apresentar alguns cases de sucesso dessa estratégia!

Apple

O criador da Apple, Steve Jobs, trabalhava o buzz marketing na publicidade na apresentação de novos produtos.

Durante todas as apresentações, Jobs sabia que todos estavam curiosos para descobrir qual era a novidade.

Portanto, ele trabalhava a ansiedade do público. Durante quarenta minutos, Jobs falava sobre a empresa, a marca e os produtos já lançados no mercado. Depois de construir essa narrativa, deixando público da apresentação ansiando pela solução do cliffhanger criado, Jobs finalmente apresentava o produto.

"One more thing" é a frase dita por Steve Jobs antes de apresentar um produto, trabalhando o buzz markteting na platéia.

Steve Jobs ficou tão conhecido por utilizar essa técnica, que até a frase que ele utilizava antes de mostrar o produto ficou famosa. Jobs dizia “One more thing..” (mais uma coisa…), como se tivesse esquecido de falar algo durante a apresentação.

Dessa forma, as pessoas não conseguiam parar de falar do produto. A novidade criava enorme repercussão na internet, nas redes sociais e entre os grupos de amigos e família.

J.J. Abrams

Em 2012, a Disney tornou-se a nova proprietária da produtora Lucasfilm, pagando $4 bilhões de dólares.

Sem qualquer anúncio ou campanha, a Disney conseguiu surpreender o mundo todo com essa nova aquisição.

A partir disso, a Casa do Mickey divulgou a nova trilogia de Star Wars que seria lançada no ano de 2015.

Com isso, a Disney foi o assunto mais falando nas redes sociais, tornando-se o assunto do ano.

E a Disney não parou por aí. Ela contratou o diretor de cinema J.J. Abrams – conhecido por trabalhar fortemente o buzz marketing em seus filmes.

Entretanto, Abrams decidiu trabalhar o botão Segredo. E isso fez com que as pessoas ficassem mais ansiosas ainda para saber mais sobre os filmes.

Devil’s Due

Se você não assistiu o filme “O Herdeiro do Diabo”, provavelmente ouvir falar ou até mesmo assistiu o vídeo de pegadinhas criado para promover o lançamento.

Publicitários americanos criaram um robô com a cara do bebê maligno do filme. Colocaram-no em um carrinho de bebê, no centro da cidade, sem ninguém por perto. 

Naturalmente, várias pessoas pararam para olhar se o bebê estava bem e se estava mesmo desacompanhado. Além disso, quando as pessoas se aproximavam do carrinho, o robô se levantava, assustando as pessoas. 

Essa ação publicitária causou enorme impacto nas pessoas, obtendo mais de 50 milhões de visualizações no Youtube.

Portanto, o vídeo utilizou o botão “hilário” para surpreender as pessoas, criando uma enorme rede de compartilhamento nas redes sociais!

Intimus

A marca de produtos de higiene feminina, Intimus, aproveitou do sucesso da tendência das séries para anunciar novos produtos.

A marca criou uma série em seu canal do Youtube, com diversos episódios que apresentam mulheres utilizando os produtos Intimuns.

A série "Marias", criada pela Intimus, trablha fortemente o buzz marketing - tornando a série um assunto bastante discutido entre o público feminino.

Assim, durante os episódios, de uma média de 5 minutos cada, eram apresentadas diferentes mulheres que se chamavam Maria. E os produtos estavam inseridos no cotidiano de cada uma delas. 

Portanto, a série não era apenas um comercial comum. E ela fortemente repercutiu na web, atraindo bastante o público feminino (que é o público-alvo da marca).

Essa estratégia é um exemplo do botão Extraordinário, que abordou um assunto de forma diferente, com caráter fortemente positivo.

Conclusão

Concluindo, você aprendeu que:

  • O buzz marketing na publicidade visa fazer com que as pessoas falem sobre uma marca;
  • É diferente de Marketing Viral;
  • Trabalha com seis botões (temas): tabu, incomum, extraordinário, chocante, hilário e segredo);
  • É um investimento de alto alcance e baixo investimento;
  • Aumenta a credibilidade e a presença de uma marca no mercado.

Portanto, para reforçar seus conhecimentos e aumentar a credibilidade de sua marca, que tal utilizar o Branding em seus negócio?

[Total: 0    Média: 0/5]