Experiência do Usuário: um grande diferencial para seu produto

A partir do UX aprimorado o uso do mobile é melhorMuitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre o que é definitivamente um UX, esse termo é mais comum entre designers e desenvolvedores. Por isso, vamos esclarecer todas as dúvidas para que no final desse texto você possa sair um expert em experiência do usuário além de estar disposto em investir nessa função.

 

 Entendendo a experiencia do usuário:

Primeiramente quando se é UX você deve pensar em principio como proporcionar uma boa experiência de uso para aquele usuário.
Quando você tem o seu produto seja na web, no celular você tem que atingir os objetivos e expectativas do usuário através de uma interface. Acreditamos que sua criatividade começará a melhorar quando você começa a pensar na interface do seu produto, a partir dai você vai adequando o seu produto naquilo que os seus usuários desejam.

É preciso que o UX  fique sempre atento as mudanças que acontecem nesse meio digital e com elas continue atualizando as suas plataformas. Uma dica é pensar que a sociedade atualmente está cada vez mais sem tempo, então criar esses produtos de forma simples e rápida é com certeza sair a frente dos seus concorrentes.

A conecção de características de um design é importante para que a experiência do usuário aconteça da melhor forma. Por exemplo, numa equipe é importante a qualidade de um design gráfico, de design de interação e bons programadores, que facilitará ao máximo a interação.

O que é o UX? Onde a experiência do usuário foi criada?

O termo UX foi definido por Don Norman em 1990. Ele acreditava que a interface do usuário e sua usabilidade eram restritos, ele desejava suprir os aspectos da experiência de um indivíduo com o sistema incluindo design, gráficos, interface, interação física e manual. Assim, foi se aprimorando com o tempo. O UX é a experiência do consumidor ao utilizar o seu produto ou serviço. Trabalha com questões funcionais e também com o lado sentimental da experiência.

Quando o usuário não está mais à frente de um computador todo o contexto passa a ser fundamental, pois ele pode estar em qualquer lugar, com isso, a experiência do usuário pode Através da experiência do usuário o produto se torna mais ágil e práticoser determinante para o sucesso ou desastre do seu produto. Basicamente é a forma como o seu site ou aplicativo é desenhado para que o consumidor utilize da melhor forma.

Alguns empreendedores possuem a impressão de que investir em UX é algo caro e apenas focado para empresas grandes. Esse pensamento atualmente está fora de questão pois a experiência do usuário mais aprimorada reflete diretamente no lucro do seu negócio, independente do seu tamanho.

É preciso que através da experiencia do usuário você identifique quais mudanças o seu site ou aplicativo deve sofrer, para que isso não torne complexo você pode mapear alguns processos comuns que podem ajudar a compreender quais limitações seu produto possui. É necessário que você entenda que sempre o produto precisa se adaptar ao usuário e nunca o contrário. Além de mapeamento, sua empresa pode utilizar de uma das ferramentas do marketing digital que é a construção de uma persona, com ela você cria várias situações, desenvolve problemas, o que essa pessoa deseja encontrar no seu produto, onde ficaria melhor a posição das funções em determinadas telas, assim você fecha um ciclo e consegue desenvolver seu produto em cima de algumas experiências.

Qual a diferença entre UI e UX ?

O UI é o Design de Interface do Usuário é através dele que um indivíduo controla um projeto e se interage através de botões criados para esse acesso, responsável por todo funcionamento do produto. Um bom UI faz com que todo o resto do projeto seja de fácil acesso para o consumidor, ou seja, que abranja todas as expectativas do usuário. As abordagens do UI são totalmente diferentes da UX, apesar das siglas serem bem semelhantes, pois essa é somente a experiência do usuário. As suas diferenças se complementam, tornando o design mais aprimorado.

Características de UX:

  •  Curioso ( Sempre estar buscando se aprimorar em sua profissão, conhecer novidades e acompanhar o mercado)
  • Ser um profissional que goste de pessoas (É necessário entender o que as pessoas estão fazendo no seu dia a dia. Muitas inovações surgem da observação do cotidiano das pessoas, das necessidades que elas têm e a forma de resolver os problemas que elas têm enfrentado.)
  • Saber filtrar: saber analisar situações e dicas que as pessoas te dão é fundamental. Por exemplo, é melhor você sempre investigar a informação que recebeu, se ela está completa, se ela é coerente como mercado, pensar o porquê o seu cliente te fez esta sugestão.

A importância de uma experiência do usuário ser positiva

É necessário unir a tecnologia com o conteúdo e boas experiências. Essas três funções indicam que juntas tornam o seu site ou aplicativo otimizado a fim de que a pessoa consiga utiliza-lo em diversas situações do cotidiano, seja dirigindo, andando ou no trabalho. As duas palavras chaves são: agilidade e simplicidade. Assim, você sairá na frente de seus concorrentes com precisão, priorizando os mínimos detalhes para que possam fazer a diferença. Por isso frisamos sempre em entender o conteúdo para que a experiência seja simples e promissora.

No mobile, ou seja celular e tablets, os consumidores focam em objetivos e resultados, ou seja, adequam ao seu jeito. O acesso é mais fácil aos botões, assim você consegue utilizar o Exemplo de como a posição de cada função faz a diferença nas telas seu site e seu aplicativo sem ninguém precisar te explicar as formas de utiliza-lo.
É necessário que a página inicial, de navegação, busca e resultados, compras, cadastros, mobilidade, formulário de entrega, usabilidade e visual sejam prioridades na construção do seu projeto e sejam planejados de forma simples.

Para garantir uma experiencia do usuário de qualidade é preciso que a empresa não foque somente na tela de um device. É preciso dar atenção a fatores externos que influenciam o projeto, ou seja, o seu produto deve estar apto para usar em qualquer situação do dia da pessoa e com a maior facilidade.

Já passou da hora das empresas entenderem que a experiência do usuário não depende do que elas precisam ou querem e sim sobre o que seu usuário deseja alcançar. Sabemos que na correria do nosso cotidiano muitos de nós acabam resolvendo muitas coisas no próprio celular, esperando em uma fila de banco. Quando está fora de casa e não está com o seu computador de trabalho, o Gmail é um dos aplicativos que usam a experiência do usuário criteriosamente, buscando o seu real conceito de simplicidade e agilidade. Esse exemplo é bem útil pois , quando entramos no aplicativo , pelo celular, ele já deixa o botão de enviar em fácil alcance e na sua tela principal sua caixa de entrada de emails.  Além do Gmail, o Facebook é um excelente exemplo no qual deixa sua caixa de postagem bem no começo da tela com a frase “o que você está pensando”, facilitando o seu uso.

Os princípios para construção do seu projeto giram em torno de:

  • Entendimento claro do que o usuário deseja.
  • Projeto é conduzido e redefinido através das avaliações de usuário.
  • Muita interação
  • O design deve incluir multidisciplinaridade e perspectiva.

Aprimorando seus projetos de acordo com a experiência do usuário o problema de comunicação é transformado. Para que a UX seja promissora é necessário criar um mapa que gira em torno de perguntas para que assim seu produto circule com qualidade.

  1.  Porque estamos fazendo esse produto?
  2. O que queremos com esse produto?
  3. O que os usuários esperam desse produto?
  4. As funcionalidades se encaixam?
  5. A interface da tela está precisa?

Para a experiência do usuário se tornar satisfatória é necessário se preocupar com os seguintes temas:

Vale lembrar que essas estruturas complementam um design e a função de um produto. Assim, ele se torna melhor e alcança os parâmetros pedidos.

1- ARQUITETURA 

A arquitetura estuda as necessidades do usuário. Após identificado, a equipe trabalha através de palavras chaves e cria-se uma persona para facilitar o alcance dos objetivos. Auxilia na rotulação de sites, responsável por uma estrutura simples e organiza conteúdos. O UX com o auxílio da arquitetura de informação torna-se mais completo.

2- DESING DE INTERAÇÃO

Cabe ao designer de interação abordar a ação do usuário, conhecendo a extensão dos seus sentidos, suas necessidades e expectativas em relação ao objeto ou ambiente. Comunicações acontecem através da interface de marcas, produtos e tecnologias computacionais. A Experiência do Usuário (UX) deve levar em conta aspectosAtualmente os aplicativos implementam cada vez mais práticas de UX perceptíveis da pessoa, como empatia, memória e afetividade, seus sentimentos. Envolve equipes que trabalham em conjunto na área de planejamento, arquitetura de navegação, avaliação entre outras formas de descobertas de soluções.

3- DESIGN VISUAL 

O design visual é responsável por criar uma identidade visual através de imagens, cores e proporções. Através desses elementos a leitura, a agilidade em usar o produto fica compreensível. Através do seu trabalho a comunicação se torna visual. Passa uma ideia através da estrutura audiovisual e digital uma ideia de fácil entendimento.

4- ESTRATÉGIA DE CONTEÚDO

 A estratégia de conteúdo é construída não apenas com o assunto daquele determinado tema e sim como a forma que esse assunto vai impactar as pessoas, o porque escrever sobre determinado tema, quais pessoas tem o interesse. A estratégia de conteúdo é fundamental para o marketing de conteúdo, é uma das ferramentas mais especiais pois você pode selecionar também a quantidade do tempo e do publico que você deseja alcançar.

5- PESQUISA COM OS USUÁRIOS

A pesquisa com os usuários de seu produto é fundamental para quem quer economizar tempo e dinheiro, por que pesquisando, é possível minimizar os erros que poderia incomodar mais usuários. Além disso, aumenta o sucesso do seu negócio pois a qualidade aumenta , assim atrai mais clientes. Também é necessário frisar que a vários tipos de pesquisa que podem ser feitas para que não incomode o usuário, através de perguntas naturais acompanhadas de automáticas, há várias formas de evitar um questionário gigante, dessa forma não ocupa tempo de uma pessoa e você ganha as informações desejadas.

6- USABILIDADE

A usabilidade pode ser considera uma agilidade com que os clientes empregam uma ferramenta ou um objeto para realizar uma tarefa. Podemos dizer que na usabilidade existe uma conexão entre o usuário e a interface do software. Ela é a capacidade do sistema em fazer com que a pessoa tenha sucesso no desenrolar de suas tarefas. Requer uma aprendizagem fácil, eficiente e gestão de erros que são pontos cruciais para que o cliente  fique satisfeito com a boa usabilidade.

Dessa forma, podemos concluir que o papel da experiência do usuário é fundamental não apenas para que o seu produto se torne de melhor qualidade, o qual também abranja a satisfação da maioria dos seus clientes, como também através de um trabalho que priorize a qualidade e simplicidade, gerando mais clientes e automaticamente trazendo lucro para sua startup. Podemos analisar que a experiência do usuário não se faz necessária apenas no mapeamento de agilidade e montagem do produto, mas também no fim do processo do que está vendendo para que novas soluções sejam criadas.

Esperamos que você tenha gostado da nossa publicação e que a gente tenha conseguido esclarecer algumas dúvidas trazendo um pouco do nosso conhecimento, por isso, indicamos outra publicação referente a  como ter boas ideias de negócios.

[Total: 0    Média: 0/5]