Como funciona o Google Analytics em um site?

Saiba já como utilizar o Google Analytics em um site para otimizar as vendas de um negócio!

Utilizar o Google Analytics em um site é imprescindível em todas as empresas e em todos os mercados. 

Essa ferramenta, assim como diversas outras ferramentas Google, visa atrair mais clientes, resultando no aumentos das vendas e lucros!

Portanto, conheça já essa ferramenta e saiba como ela pode otimizar sua empresa!

Primeiramente, o que é o Google Analytics?

O Google Analytics apresenta informações e dados sobre o tráfego de seu site.Google Analytics é uma ferramenta que visa monitorar e analisar sites, blogs e aplicativos. Por meio dela, é possível acompanhar os usuários e visitantes de um site, por exemplo.

Portanto, o Analytics apresenta:

  • As páginas mais acessadas;
  • Número de conversões;
  • Número de cliques;
  • Dispositivos em que um site é mais acessado;
  • Cidades e lugares onde há maior acesso ao site;
  • Tempo que os usuários passam em seu site.

O Google possui outras ferramentas que visam mensurar resultados e monitorar páginas web e aplicativos, como Google Adsense e Google Search Console.

Qual a importância de utilizar o Google Analytics em um site?

Você já sabe que existem outras ferramentas que monitoram e analisam dados. Entretanto, o Google Analytics em um site tem a capacidade de agregar diversas vantagens competitivas ao seu negócio. Portanto, veja agora qual a importância de utilizar o Google Analytics em um site!

Vantagem competitiva

Utilizar o Google Analytics em um site é uma ferramenta imprescindível para os empreendedores e startups. 

Entretanto, a questão não é apenas utilizar a ferramenta. Isso o seu concorrente também pode fazer.

Para se destacar no mercado, é necessário que você utilize o Google Analytics da forma correta. Portanto, continue a ler nosso conteúdo para aprender a utilizar essa plataforma de maneira efetiva.

A partir disso, você terá vantagem sobre seus concorrentes!

Descubra os horários de engajamento

É fato que existem horários e dias nos quais os usuários estão mais aptos a interagir com seu anúncio ou conteúdo. 

O Google Analytics apresenta os horários em que seus usuários e visitantes mais acessam seu site.Em redes sociais, isso é bastante visível. Usuários do Instagram, por exemplo, tendem a acessar o app durante a semana no período da tarde. Já os usuários do LinkedIn, tendem a postar e criar engajamento de terça à quinta, entre 15 e 17 horas.

Portanto, essa presença varia de acordo com sua audiência. E saber o horário que sua audiência está presente nas redes sociais e em seu site, faz toda a diferença.

Com essa informação, o seu trabalho de Marketing de Conteúdo será otimizado, já que você irá atrair seus clientes!

Saiba quais dispositivos são mais utilizados

Sites e blogs podem ser acessados por meio de alguns dispositivos: smartphones, tablets, desktops, etc.

Entretanto, com a popularização dos smartphones, as buscas ao Google via mobile já representam 50% dos acessos de usuários. 

Os outros 50% referem-se aos acessos realizados por meio do desktop (computadores e laptops). Portanto, é imprescindível que seu site seja responsivo, ou seja, um site adaptável à diversas plataformas.

A partir disso, o Google Analytics em um site apresenta como seus clientes acessam sua página. E isso se torna uma vantagem competitiva para seu negócio!

Sabendo a forma como seus usuários acessam seu site, você pode otimizar a sua página a fim de atraí-los e convertê-los em clientes!

Além disso, conhecendo seu público-alvo, é possível atrair um maior número de leads!

Conheça a taxa de rejeição 

A taxa de rejeição de um site refere-se ao número de usuários que acessam seu site e saem logo em seguida. Além disso, a taxa de rejeição calcula o tempo que os usuários entrem e saem da sua página. 

Conhecer a taxa de rejeição de seu site significa que você pode criar melhorias para sua página. Portanto, otimize sua página, utilize botões call-to-action, produza vídeos, trabalhe com conteúdo evergreen, etc.

Como instalar o Google Analytics?

Antes de instalar o Google Analytics, é necessário que você tenha: uma conta Gmail, um site ou blog, e uma URL válida!Antes de começar a instalação da ferramenta, é necessário instalar um código de acompanhamento nas páginas de seu site ou blog.

Para realizar essa instalação, você deve ter: 

  • Uma conta Gmail;
  • Um site ou blog;
  • Uma URL válida (que seja única e funcional);

Após a instalação correta da ferramenta, você terá acesso às funcionalidades do Google Analytics em um site!

Como implementar o Google Analytics em um site?

Agora que você já possui uma conta Google Analytics criada, é hora de começar a utilizá-la! Vamos apresentar as principais funcionalidades e ferramentas!

Interface

Após os processos realizados na instalação, a interface inicial do Google Analytics estará disponível para você. Essa interface visa apresentar as informações de tráfego recebidas por seu site.

Ainda nessa interface, é possível verificar informações sobre seu público-alvo, aquisições de novos visitantes, entre outros.

Métricas

A principal funcionalidade do Google Analytics em um site, está relacionada às métricas. Ou seja, é preciso conhecer a forma correta de analisar números e gráficos.

O Google Analytics possui uma enorme quantidade métricas que podem ser analisadas. Entretanto, não é necessário que você conheça todas elas.

Sessão

A sessão é uma das métricas principais do Google Analytics. Ela se refere ao total de visitas recebidas pelo seu site durante um determinado período.

Esse período pode ser determinado por você e pode ser modificado depois. Caso você não selecione um período de análise de dados, a configuração automática do Analytics analisa os últimos 30 dias.

A sessão é sobretudo um gráfico que apresenta as alterações que ocorreram no tráfego de seu site. Isso se refere ao número de visitantes que acessam seu site e ao número total de pessoas que acessam as páginas de seu site.

A partir disso, é possível verificar o número de pessoas que você alcança e a quantidade de pessoas que acessam seu conteúdo.

Usuários

A métrica usuários apresenta a quantidade total de pessoas que acessaram seu site uma única vez – dentro do período determinado por você ou pela configuração automática do Analytics.

E essa é a diferença entre sessão e usuários. A ferramenta sessão mede a quantidade de visitantes. Ou seja, pessoas que retornaram ao seu site. 

Já a ferramenta usuários mede a quantidade de visitantes únicos que acessaram seu site.

Portanto, é necessário que os usuários sejam analisados de forma correta. Assim, você poderá saber se o seu público-alvo está sendo fidelizado!

Taxa de Rejeição

Lembra que falamos da raxa de rejeição como sendo uma das vantagens de utilizar o Google Analytics em um site?

O Google Analytics apresenta a taxa de rejeição de seu site para que você possa otimizar a experiência do usuário.Só para reforçar, a taxa de rejeição refere-se à quantidade de visitantes que saem rapidamente do seu site. Ou seja, usuários que não acessam outras páginas e conteúdos.

A taxa de rejeição, conhecida também como “bounce rate” é geralmente alta em blogs, já que após a leitura de um texto específico as pessoas tendem a sair do site.

Como dissemos no início deste conteúdo, para reduzir a taxa de rejeição, utilize frases e botões call to action para atraí-los a ler outros conteúdos, abrir outras páginas, etc.

Tempo da sessão

O tempo da sessão mede o período em que um visitante ficou em seu site. 

E qual a diferença entre a taxa de rejeição e o tempo da sessão?

A taxa de rejeição verifica o tempo gasto de um visitante na primeira página de um site. Já o tempo da sessão verifica a navegação de um usuário, ou seja, o tempo que ele gastou em outras páginas de seu site. 

Essa métrica é imprescindível em blogs, por exemplo. Neste caso, os usuários passam um bom tempo em uma determinada página, na qual há um conteúdo, um artigo, um vídeo, etc.

Assim, a duração da sessão desse usuários será alta!

Pesquisa Orgânica

A pesquisa orgânica refere-se aos usuários que encontram seu site sem que você tenha que pagar por isso.A pesquisa orgânica apresenta a quantidade de pessoas que encontraram seu site por meio de um buscador, como o Google.

Através do uso de palavras-chave, uma pessoa encontrou um determinado conteúdo dentro de seu site. Se essa pessoa clicar no seu link, o Google Analytics determina esse clique como um acesso ao seu site. Ou seja, essa pessoa se torna uma visita orgânica.

E atrair pessoas para seu site sem que seja necessário pagar por isso, pode ser a estratégia de sucesso que faltava em seu negócio!

Pesquisas Pagas

As pesquisas pagas apresentam todos os visitantes e usuários que acessaram seu site a partir de um anúncio pago.

Sendo assim, você patrocina links a fim de que eles atraiam a atenção dos usuários, resultando no aumento de cliques e conversão de leads!

Referências

Essa funcionalidade apresenta os visitantes que encontraram seu site por meio de outro site. E como isso acontece?

Outros sites podem trabalhar a estratégia de Link Building, por exemplo. Isso significa que eles adicionam links para outros conteúdos dentro de uma postagem, por exemplo.

Portanto, se outros sites e blogs direcionam links para seu site, fazendo com que os usuários cliquem nesses links, essas pessoas tornam-se visitantes por referência.

Erros mais comuns ao trabalhar com o Google Analytics em um site

Como já foi dito, o diferencial competitivo não é utilizar o Google Analytics em um site. É utilizá-lo de forma efetiva!

Entretanto, há diversos empreendedores e startups que ainda cometem erros ao trabalhar com essa plataforma. E esses erros são mais comuns do que podem parecer.

Portanto, vamos apresentar os principais erros cometidos a fim que você saiba como evitá-los!

Não colocar as métricas em prática

Se você deseja fazer com que sua empresa cresça, é importante analisar as métricas do Google Analytics em um site.

A partir disso, é imprescindível colocar as métricas em prática! Afinal, elas são criadas para ajudar você a otimizar seus negócios!

Sempre considere e trabalhe com base nas métricas de seu site.Portanto, analise-as e coloque-as em prática para que elas possam ser otimizar a sua empresa! 

Não leve em conta métricas que não resultam em vendas.

Atualmente, diversas empresas se preocupam bastante com números de curtidas, compartilhamentos, comentários e visualizações. As redes sociais tornam-se a única fonte de atração de leads e clientes. 

E as redes sociais são realmente importantes para empresas.  

Entretanto, as métricas citadas acima são apenas números. Elas não significam que o trabalho de marketing digital está otimizando um negócio. E o principal: elas não resultam em vendas.

Exatamente por isso essas métricas são chamadas de métricas de vaidade. Elas podem alcançar um grande número de pessoas, mas não significa que elas transformaram essas pessoas em clientes.

Portanto, as redes, apesar de imprescindíveis, não são o principal medidor de sucesso de seu site. Sendo assim, utilizar o Google Analytics em um site é o que realmente pode ser resultar na otimização das vendas de uma empresa!

Investir em qualquer situação

É importante que você saiba o momento exato de investir tempo e dinheiro em ferramentas e plataformas digitais. Seu investimento só será relevante se há uma quantidade considerável de tráfego no site ou blog.

Imagine que uma Landing Page, por exemplo, tenha 20 acessos por mês. Imagine também que você gaste bastante tempo e esforço para otimizar essa página e, após um período, o tráfego aumentou em apenas 5%. 

Não perca tempo e dinheiro em sites e blogs que ainda não possuem um grande número de visitantes e usuários. Trabalhe a atração desse público primeiro e vá otimizando sua plataforma.Não valeu muito a pena, certo?

É importante que você trabalhe sempre de forma correta, criando o melhor conteúdo e os melhores produtos para atrair clientes. Mas não perca muito tempo em otimizações que ainda não serão vistas por uma grande parte de seu público-alvo.

Portanto, aumente a quantidade de usuários e clientes antes de realizar grandes mudanças e investimentos!

Conclusão

Vamos revisar os pontos mais importantes que você aprendeu com este conteúdo:

  • Google Analytics é uma ferramenta que monitora o tráfego de sites e blogs;
  • Trabalhar o Google Analytics em um site é fundamental;
  • Utilizar o Google Analytics permite o conhecimento do público-alvo, redução da taxa de rejeição e vantagem sobre os concorrentes;
  • Para utilizar o Google Analytics é necessário instalar um código de acompanhamento de um site;
  • As principais funcionalidades do Google Analytics são: métricas, sessão, usuários, taxa de rejeição.

Portanto, agora você já pode otimizar seus negócios a utilizando o Google Analytics em um site ou blog. 

Para aumentar seus conhecimentos e aprimorar ainda mais suas vendas, que tal conhecer a estratégia de Branding?

[Total: 0    Média: 0/5]